Pecado?

Texto autoral; Título original: Céu e inferno, pecado e santidade; Apenas uma linha de raciocínio, respeite.

Algumas pessoas estão muito preocupadas no que deveriam não fazer para não irem ao inferno, quando deveriam se preocupar em o quê fazer para irem ao céu. Pois se você tem amor, logo amará o teu inimigo tanto quanto ao teu próximo, pois ambos são julgados pelas leis de Deus e não pelas suas, ou seja, se você se preocupa em agir de acordo com as regras, logo não estará propicio a transgredir, como se vivesse marginalizado. A verdadeira questão não é ir para o céu ou ir para o inferno, pois você não é o comandante da tripulação, logo não decide o destino. É certo que, se guarda os mandamentos de forma a não ser reprovado nas exortações, logo lhe parece conveniente o céu. Mas não somos destinados a nenhum destes dois por vontades próprias, mas sim pela graça e misericórdia de Deus. Se não houvesse a graça, logo estaríamos todos condenados, pois não há um único homem livre de culpa. É pela graça que vivemos, mas é pelo esclarecimento da lei que somos guiados, somos como criminosos que tem agora a chance de redimir-se, portanto nenhum aqui tem uma ficha limpa, mas os crimes são absolvidos e perdoados se nos arrependermos deles e seguirmos os conselhos do juiz.

tumblr.

 

É comum que muitos perguntem o porquê de termos uma natureza pecadora, se Deus quer que sejamos santos? Vamos analisar os primórdios pela palavra “santuário”, pois o santuário sempre existiu e sempre existirá, pois este vem de antes da criação e haverá depois do arrebatamento. Quando se pensa em santuário se pensa em santidade, mas aqui vou te mostrar outra perspectiva, a da primeira queda. Muitos relacionam a grande queda com Adão e Eva e a tentadora serpente de Gênesis, mas a grande queda aconteceu na verdade no céu, na qual estava Lúcifer, o querubim mais iluminado e mais próximo de Deus. Este, ao sentir-se digno de subir acima das estrelas de Deus e sentar-se em seu trono ensinou para os humanos o distanciamento de Deus. Continuar lendo “Pecado?”