Pecado?

Texto autoral; Título original: Céu e inferno, pecado e santidade; Apenas uma linha de raciocínio, respeite.

Algumas pessoas estão muito preocupadas no que deveriam não fazer para não irem ao inferno, quando deveriam se preocupar em o quê fazer para irem ao céu. Pois se você tem amor, logo amará o teu inimigo tanto quanto ao teu próximo, pois ambos são julgados pelas leis de Deus e não pelas suas, ou seja, se você se preocupa em agir de acordo com as regras, logo não estará propicio a transgredir, como se vivesse marginalizado. A verdadeira questão não é ir para o céu ou ir para o inferno, pois você não é o comandante da tripulação, logo não decide o destino. É certo que, se guarda os mandamentos de forma a não ser reprovado nas exortações, logo lhe parece conveniente o céu. Mas não somos destinados a nenhum destes dois por vontades próprias, mas sim pela graça e misericórdia de Deus. Se não houvesse a graça, logo estaríamos todos condenados, pois não há um único homem livre de culpa. É pela graça que vivemos, mas é pelo esclarecimento da lei que somos guiados, somos como criminosos que tem agora a chance de redimir-se, portanto nenhum aqui tem uma ficha limpa, mas os crimes são absolvidos e perdoados se nos arrependermos deles e seguirmos os conselhos do juiz.

tumblr.

 

É comum que muitos perguntem o porquê de termos uma natureza pecadora, se Deus quer que sejamos santos? Vamos analisar os primórdios pela palavra “santuário”, pois o santuário sempre existiu e sempre existirá, pois este vem de antes da criação e haverá depois do arrebatamento. Quando se pensa em santuário se pensa em santidade, mas aqui vou te mostrar outra perspectiva, a da primeira queda. Muitos relacionam a grande queda com Adão e Eva e a tentadora serpente de Gênesis, mas a grande queda aconteceu na verdade no céu, na qual estava Lúcifer, o querubim mais iluminado e mais próximo de Deus. Este, ao sentir-se digno de subir acima das estrelas de Deus e sentar-se em seu trono ensinou para os humanos o distanciamento de Deus. Continuar lendo “Pecado?”

Um breve texto sobre a reciprocidade

“A adolescência é tachada como a fase da loucura, irresponsabilidade e excesso de sentimentos. Eu vejo loucura, vejo irresponsabilidade mas não vejo sentimento algum. Todo mundo seguiu a lei do desapego, entrou na vibe do #amoreciproco e talvez por isso esteja todo mundo tão vazio. As pessoas querem amor recíproco, mas vivem sob a ordem do “pegue mas não se apegue”, o que você receberá de volta será nada mais que um sms dizendo “foi legal, quando a gente se pega de novo?”. As pessoas matam as outras todos os dias, competem pra ver quem está menos apaixonado, depois reclamam de solidão. Todo mundo quer estampar na camisa que é independente, que não precisa de ninguém pra ser feliz, que não precisa de amor, abraço, carinho ou afeto. Mas todo o mundo reclama que o mundo tá de cabeça pra baixo e que o amor não é mais prioridade. A adolescência é tachada como a fase da loucura, irresponsabilidade e excesso de sentimentos. Eu vejo indiferença, solidão e frieza mas não vejo amor algum. Ora, se reciprocidade é receber mutuamente, porque você dá gelo e espera fogo? Porque entrega teu corpo tão facilmente esperando receber em troca um coração de bandeja? Não se irrite comigo, faça do seu corpo o que bem entender, mas entenda, como você quer ser entendido? Porque valoriza tanto as curvas da cintura e das pernas, mas é indiferente as curvas da fantasia ? À oscilação de pensamento? Se importam mais com um like do quê com um bom dia. Está na hora de ser constante, tornar sua caixa de mágoas um porão antigo, tirar a poeira da sua mente e abrir passagem pro que realmente importa. Já dizia a rainha da melancolia: “ Só vale a pena viver, se alguém está amando você.”

Keerollen C.S. Oliveira – Pseudo Alguém 18/10/2016

O mundo segundo a Monsanto

O texto abaixo é uma cópia do meu breve artigo de opinião para um trabalho escolar da matéria de Biologia, na qual estudamos a Monsanto e os transgênicos, o conteúdo é autoral e não pode ser copiado ou compartilhado sem a minha permissão. Artigo baseado nesse documentário.

Resultado de imagem para monsanto

Com os avanços da biotecnologia, empresas multinacionais vêm dominando o mercado agropecuário, como é o caso da Monsanto. Esta empresa é a líder mundial na produção do herbicida conhecido com Roundup, é também líder na produção de sementes transgênicas. Ela vendia a imagem de que suas produções são biodegradáveis e que, de certa forma, são benéficas para a saúde. Mas a verdade é que várias farsas foram descobertas, inclusive, por esse motivo a multinacional não imprime mais a palavra biodegradável em seus produtos, pois foi decretada por ordem jurídica sob alegação de que a empresa fazia “propaganda enganosa”.

O seu herbicida Roundup, que é o mais vendido no mundo, é na verdade o glifosato que é especialista em matar todos os tipos de planta, principalmente as nocivas para o cultivo. Por esse motivo, agricultores que fazem uso desse pesticida, fazem uso também das sementes geneticamente modificadas. As sementes transgênicas são adaptadas para não sofrerem os efeitos do Roundup, assim, as sementes da Monsanto são resistentes ao seu próprio veneno. Além do mais, essa semente é estéreo, o que obriga os agricultores a sempre comprarem novas sementes e, então, levantarem mais rendas para a empresa e se tornarem dependentes dela.

A Monsanto vem agindo de forma irresponsável e a justiça vem negligenciando tudo. Foi descoberto que seus produtos têm sim efeitos negativos tanto para seres humanos quanto pra animais. Uma pesquisa revelou que Roundup é altamente tóxico, produz disfunções na divisão celular e as células se tornam cancerígenas, ou seja, ele interfere na construção do ser até que ele carregue genes que podem desenvolver o câncer. Os alimentos e plantas transgênicas são variados, mas os principais são o algodão, milho e soja. O México, por exemplo, é muito conhecido por ainda hoje cultivar espécies antigas de milho que não são encontradas em qualquer lugar. Os agricultores estão determinados a cultivar-los, se eles começarem a usar as sementes transgênicas e a pesticida da Monsanto, logo a grande variedade de milho mexicano irá sumir, tornando os agricultores dependentes da empresa. Atualmente já foi encontrado genes de Roundup em cinco espécies de milho, o que vem assustando muito os mexicanos. Seria realmente lamentável perder esses milhos que são cultivados há tanto tempo!

Mas não acaba por ai, a Monsanto é responsável pelo hormônio de crescimento bovino, que foi a primeira aplicação biotecnológica nas indústrias alimentícias. Essa técnica aumenta em 20% a produção de leite, o problema é que, querendo ou não, esse novo leite ameaça a nossa saúde, pois há uma elevada presença de mastite nas vacas e pus no leite, assim, elas irão necessitar de antibióticos que irá para o leite, daí já pode juntar vários fatores que o modificam e trazem malefícios aos humanos. Já na saúde dos animais, há grandes mudanças fisiológicas, por exemplo, o ovário das vacas aumenta e há problema na reprodução.

Mas como é que todas essas coisas acontecem sem que nada seja feito? Simples, a Monsanto tem grande influência sobre a lei, já foram acusados de falsificar resultados, foram duas vezes acusados de propaganda enganosa, uma vez em Nova Iorque e outra na França. A empresa pula os testes ambientais que a Casa Branca julgar serem apenas obstáculos burocráticos, e quando os próprios cientistas da FDA (corresponde a ANVISA no Brasil) encontraram algo suspeito, foram despejados, uns sobre o pretexto de terem sido desobedientes, é inacreditável!

Mas então, como seus produtos continuam rodando pelas prateleiras? Ora, além de manipularem o governo, eles também manipulam as pesquisas e seus resultados, omitindo informações importantes e até fazendo falsas afirmações, como a que foi feita no início do texto, de que Roundup é “biodegradável”. As decisões desses alimentos transgênicos não estão sendo tomadas por cientistas, mas sim por políticos e pessoas que visam apenas o lucro.

Nos anos 60, durante a guerra do Vietnã, para desfolhar as árvores da selva tropical foi usado o Agente Laranja, outro herbicida da Monsanto. Mas ainda hoje é possível ver suas consequências (já que o herbicida é cancerígeno e teratogênico) principalmente em crianças e fetos com má formação, graças a essa toxina. Outro caso de pessoas afetadas pelas toxinas da empresa ocorreu em 1929 quando foi desenvolvido os PCB’s (bifenilos policlorados) que eram usados como refrigeradores de equipamentos elétricos, ele pode causar câncer em animais e nos humanos. Em East Saint Louis, fica um bairro totalmente contaminado pelo PCB, é o lugar com a maior taxa de morte fatal e nascimentos prematuros. É basicamente a cidade dos mortos-vivos, já que quase todos, se não todos, estão contaminados e com os dias contados! Em muitas áreas da Argentina esse produto ainda é utilizado.

A empresa domina boa parte da América Latina, o que inclui nosso país que, bem sabemos, é pau mandando de gringo. Ela comprou, dentre outras, a empresa Paraná Sementes e a Agroceres; Assim se tornou líder de produtora de sementes no Brasil. O uso de seus produtos e dos alimentos transgênicos pode trazer males para nossa população, tanto na saúde quanto na economia que pode ser facilmente abalada. Por exemplo, sabemos que uma grande porcentagem da população trabalha no campo e depende disso para viver, se suas plantações começam a ser afetadas ou os agricultores se tornam dependentes das tais sementes estéreis, o que aconteceria? Uma cadeia de eventos interligados, na qual a economia seria balançada graças à queda da agricultura, a saúde das pessoas seria prejudicada, o que as faria abandonar seus empregos, os gastos seriam enormes, as consequências e deformações pro meio ambiente e pros animais seriam horríveis.

Então, por isso é necessário que se busque, antes de consumir, as fontes de origem de tais produtos, verifique seu meio de produção e veja, como na Monsanto, não houve tanta manipulação de informação, para que a população na caia em mais uma crise. É claro que existem os lados positivos, pois, a biotecnologia é um grande avanço na ciência, como vemos na extração da insulina, o que ajuda no tratamento de diabéticos. As sementes transgênicas, se bem geradas, podem produzir alimentos com maior valor nutricional do que o de sua espécie original, o tornando mais forte e resistente. Pode-se também estender a vida útil do alimento, o que ajuda a economizar. Mas, os benefícios são muito falados nas televisões, já estava mais do que na hora de serem discutidas as consequências negativas das decisões da empresa.  Afinal de contas, os produtores acabam enriquecendo os empresários, e tendo afetadas sua saúde e condição financeira, o que pode abalar consideravelmente uma família, e consequentemente, uma cidade.

Keerollen C.S. Oliveira

Resuma a vida em uma palavra

Se você me pedisse para resumir a vida em uma palavra, eu provavelmente lhe diria “arte”. Tudo na vida se resuma em arte, porque ela é como aquele porão velho e empoeirado, que cabe tudo. Você pode dizer que uma situação é poesia, que uma imagem lhe faz pensar nas mais belas palavras, ou que o silêncio te faz querer dançar. É a desconexão que conecta tudo, podemos envolver cada pequeno momento com os maiores, cada expressão com um sentimento, ou a falta dele. Somos a origem da felicidade e também da tristeza, só nós podemos desencadear algo que iremos odiar. Se, ao acordar, a primeira imagem for o delicado rosto de alguém, posso dizer que seus olhos são poesia, que é a música que me faz querer dançar pela avenida. Ou, ao anoitecer, eu posso olhar para um canto da janela e simplesmente desejar morrer, são todos esses sentimentos reprimidos que nos fazem arte por dentro. São os pensamentos, as opiniões, as peculiaridades que nos fazem como uma grande galeria, nem todos a deixam aberta ao público, alguns a tornam privadas por toda a vida, reprimindo assim sua silhueta mais linda, não a da curva da cintura, do sorriso ou das pernas, mas as curvas do pensamento, as cores respingadas na nossa alma, as que pintam nossa aura e definem que tipo de artista somos. Certa vez ouvi que “Se nascer é o maior ato da criação, então, o que eu devia fazer depois disso? Tudo que vem depois não é meio que uma decepção?”- Acredite ou não, essa foi uma frase dita por um personagem de desenho animado. Então se nascer é a mais bela forma de arte, o que nos resta? Falhar repetidamente? Estamos todos destinados a mesmice? Ou podemos compensar o vazio duvidoso com momentos de epifania? Todos morremos, mas nem todos vivemos, alguns apenas vegetam por aí carregando egos inflados nas caríssimas bolsas Prada. Se você me pedisse para resumir a vida em duas palavras, eu provavelmente lhe diria “arte”, mas com certeza lhe diria “origem”. Originamos nossa galeria de arte na corrida de espermas, sendo apenas, os vencedores mais fracassados da história.

Keerollen C.S. Oliveira – Pseudo Alguém 01/10/2016

Devaneios Escritos ¹

Pinterest: Ladyvoguee☽ ☼☾:

 

 

As pessoas são estranhas, estranhamente iguais por serem diferentes, entende?  Mas o melhor é quando se tem a oportunidade de compartilhar diferenças de maneira natural e equiparar as qualidades, tornando dois em apenas um. Mas e quando são duas bagunças? Duas tampas, duas panelas, dois anéis? Quando não se encaixam perfeitamente, como acontece em alguns casos? Comigo, por exemplo, aconteceu. O fato é que se sofrem ais, por que ou os dois estão vazios ou estão completos de mais, a ponto de não precisarem do outro, a ponto de deixar de lado e deixar tudo esfriar. Um dos problemas de pessoas assim, é que elas não foram feitas para serem presas, mas também não enfrentam completamente a liberdade, é uma verdadeira droga. E então, o que acontece? Fica? Vai? Volta? Dá umas voltas em minha volta e depois vai? Segura mãos, solta mãos; Beija bocas, difama pela boca; Ouve declarações, ignora murmúrios; Se apaixonam por olhos e gesto pra depois se forçar a esquecê-los e o que um dia significaram. O processo é muitas vezes lento e dolorido, parecido com um parto, a diferença é que você não está dando luz à uma vida, está tirando. Idas e vindas, começos e términos, o meio termo entre o “eu te amo” e o “eu te odeio” é algo tão comum agora. Com o passar do tempo, todos se cansam dessa brincadeira, se machucam numa jogada e vão correndo para o colo da mamãe. Lágrimas, incontáveis lágrimas já marcaram nossos rostos, mas os motivos delas marcam até nossa alma. Tanto caos, tanto “vai e vem” “fica ou não fica” abusa, dói, mata. Não quero morrer lentamente, não vou morrer lentamente. O que tinha para sorrir, sorri. O que tinha para chorar, chorei. O que tinha para amar, amei. Agora somos dois corpos, apenas mais dois corpos transitando entre outros corpos, outras histórias, outras metáforas de tampa e panela. Vamos nos ignorar, fingir que o outro não existe, vamos nos odiar porque já esgotamos todo o amor que tínhamos. Eu poderia dizer que agora só restam lembranças,, mas elas doem de mais, então prefiro dizer que não sobrou nada. Que agora me reinventei, deletei da memória certos momentos. Momentos que jamais se repetirão, novos momentos que jamais existirão. Algumas palavras não devem ser ditas, e das piores você disse todas. Acredito que seja nossa última ida, não me espere mais ao dobrar a esquina, não estarei lá. Finalmente achei algo capaz de me amar. Eu.

Keerollen C.S. Oliveira – Pseudo Alguém 15/04/2016

 

5 Redes Sociais para buscar inspiração

Não importa em que você trabalha ou o que faz para se distrair, é sempre bom estar conectado em um app cheio de fontes de inspiração. Os que eu vou indicar abaixo, são mais  voltados para textos e fotografias, a maioria devem ser bem conhecido mas, não custa nada reforçar.

  1.  Fashiolista

 

É uma rede social criada por holandesas, o foco deste app é a moda. É um lugar onde são compartilhados e amando vários looks e acessórios fashions, a ideia é compartilhar com as pessoas seu estilo, dá até pra colocar na sidebar dos blogs uma lista recente do quê você andou curtindo por lá. Além de ser uma ótima ideia, o site é bem simples e ao mesmo tempo fofo, tornando fácil e agradável o uso. Super recomendo!

2. We Heart It

Esse é um dos mais queridos pelas meninas e blogueiras, e um dos meus preferidos também. Pra quem não sabe, o app é brasileiro! Segue um sistema parecido ao da Fashiolista, você compartilha imagens através de corações. Nesse caso, não são apenas roupas, são todos os tipos de imagens que podem ser agrupadas em coleções e na sua página pessoal. É também um ótimo lugar pra se achar imagens para ilustrar os posts.

3. Tumblr

O Tumblr definitivamente é a minha rede social preferida, antes do Instagram, é claro. É o app perfeito pra expor e compartilhar seus textos, imagens e criar seu blog. Lá você encontra praticamente tudo que uma rede social precisa: Imagens, música, vídeos, gifs, textos, citações etc. O mais legal é que lá você não precisa necessariamente expor sua privacidade, não é como o Facebook, por exemplo. É um lugar onde seu perfil, é seu blog. Clique aqui e acesse o meu tumblr.

4. Pinterest

 

Esse também se foca nas imagens, desde arquitetura a life hacks.  É o primeiro lugar que eu procuro quando busco inspiração pra desenhar. É basicamente o catálogo de ideias do mundo, você pode achar de tudo lá. Sempre buscando uma forma de inspirar e melhor sua vida cotidiana.

5. Flickr

Confesso que não sou muito adepta desse aqui mas, pelo que li por ai, se assemelha muito ao pinterest. A diferença é que nele você pode conversar pelo chat e grupos. Se bem que é sempre bom ter mais um site na lista, vai que não acha o que procura em outro? É também um ótimo lugar pra expor seus desenhos e fotografias, vale a pena!

 

Os porquês da leitura ser fundamental

créditos aqui.

Você já deve ter ouvido falar que ” os livros nos transportam para outro universo” ou ” faço dos livros o meu refúgio”, e é realmente assim que muitas pessoas enxergam essas coisas cheias de letrinhas com sentido. Além de ser uma fonte de prazer, para muitos, a leitura é também essencial na escola, trabalho e na vida pessoal.

Por exemplo, se você for candidato do ENEM terá que escrever uma redação dissertativa-argumentativa, com a capacidade de escrever parágrafos com coerência e coesão e, obviamente, ter uma escrita se não excelente mas ao menos razoável para poder competir com milhões de outros candidatos. E para isso, nada melhor do quê uma boa leitura para te ajudar a entender como são os textos, como funcionam as estruturas de redação e para ampliar o seu vocabulário.Por isso que a maioria das pessoas que tem hábito de ler, conseguem desenvolver com mais facilidade uma redação ou qualquer outro tipo de texto.

Vale notar que geralmente para chegar ao mundo de trabalho, precisa-se passar pelo mundo acadêmico. Então, mais outro motivo para melhorar sua escrita e leitura. Uma pesquisa feito pelo Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube) em 2012, aponta que 40% dos candidatos a vaga de estágio são reprovados por maus resultados nos testes de português. Só pra você ter uma ideia, a grande maioria dos candidatos são eliminados já na primeira fase graças aos testes de português e/ou redação. É essencial ter uma escrita e compreensão de texto no mínimo razoáveis para poder se habituar ao mundo de trabalho e oportunidades.

E se a leitura é tão importante na carreira profissional quanto na estudantil, o quão importante é na vida pessoal? Muito! Para manter boas relações, você precisa saber conversar e escrever em português, não apenas falar e vomitar palavras aleatórias em um papel ou num chat. É claro que, com a tecnologia avançando e as formas de comunicação se tornando cada vez mais desligadas do quê aprendemos na escola, graças ao corretor ortográfico e as gírias habituais da internet, é comum ver pessoas abandonando a prática da mono escrita e se dedicando apenas aos teclados. Isso afeta não só na sua percepção de erros gramáticos, mais uma vez graças ao corretor ortográfico, como também afeta a sua caligrafia e você começa a usar as gírias em textos importantes como em uma redação. Já pensou que mancada perder uma vaga de emprego só porquê não soube dissertar algo coerente e gramaticamente correto? Pois é, infelizmente acontece muito. Por isso, vale o incentivo à leitura, você pode começar lendo o que lhe interessa, seja revista ou livros de ficção. O importante é criar o hábito e estar sempre se atualizando sobre as regrinhas ortográficas e, quando perceber, já vai estar escrevendo bem melhor que antes!